Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 42 Artboard 21 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 42 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 23 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 6 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 43 Artboard 44 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 46 Artboard 8

Resultados para: gregorio de matos guerra

10 produtos
  • Gregório de Matos - Poemas Atribuídos -...

    Hansen,João Adolfo; Guerra,Gregório De Matos E; Moreira,Marcello
    (7694636)

    Esta edição publica o conjunto de poemas coletados no Códice Asensio-Cunha que circularam em Salvador nas últimas décadas do século XVII e na primeira metade do século XVIII sob o nome “Gregório de Matos e Guerra”, então a mais importante autoridade...

  • Gregório de Matos - Poemas Atribuídos -...

    Hansen,João Adolfo; Guerra,Gregório De Matos E; Moreira,Marcello
    (7695049)

    Na sátira atribuída a Gregório de Matos e Guerra, o caráter e as paixões do personagem satírico que vitupera vícios e viciosos são inventados retoricamente com categorias e preceitos éticos, jurídicos e teológico-políticos da “política católica”...

  • Gregório de Matos - Poemas Atribuídos -...

    Hansen,João Adolfo; Guerra,Gregório De Matos E; Moreira,Marcello
    (7694758)

    No início do século XVIII, o letrado baiano Manuel Pereira Rabelo recolheu poemas que circulavam em Salvador na oralidade e em folhas volantes, atribuindo-os a Gregório de Matos e Guerra, que lá vivera entre 1682 e 1694. Para prefaciar a compilação,...

  • Gregório de Matos - Poemas Atribuídos -...

    Hansen,João Adolfo; Guerra,Gregório De Matos E; Moreira,Marcello
    (7695121)

    As imagens dos poemas líricos e satíricos atribuídos a Gregório de Matos e Guerra são representativas e avaliativas. Põem em cena lugares-comuns retóricos e poéticos conhecidos, particularizando-os com a paráfrase, a estilização e a paródia de...

  • e-book

    Gregório de Matos - Volume 4

    Hansen,João Adolfo; Guerra,Gregório De Matos E; Moreira,Marcello
    (9270458)

    As imagens dos poemas líricos e satíricos atribuídos a Gregório de Matos e Guerra são representativas e avaliativas. Põem em cena lugares-comuns retóricos e poéticos conhecidos, particularizando-os com a paráfrase, a estilização e a paródia de...

  • e-book

    Gregório de Matos - Volume 1

    Hansen,João Adolfo; Guerra,Gregório De Matos E; Moreira,Marcello
    (9225357)

    Esta edição publica o conjunto de poemas coletados no Códice Asensio-Cunha que circularam em Salvador nas últimas décadas do século XVII e na primeira metade do século XVIII sob o nome 'Gregório de Matos e Guerra', então a mais importante autoridade...

  • e-book

    Gregório de Matos - Volume 3

    Hansen,João Adolfo; Guerra,Gregório De Matos E; Moreira,Marcello
    (9270457)

    Na sátira atribuída a Gregório de Matos e Guerra, o caráter e as paixões do personagem satírico que vitupera vícios e viciosos são inventados retoricamente com categorias e preceitos éticos, jurídicos e teológico-políticos da 'política católica'...

  • e-book

    Gregório de Matos - Volume 2

    Hansen,João Adolfo; Guerra,Gregório De Matos E; Moreira,Marcello
    (9226297)

    No início do século XVIII, o letrado baiano Manuel Pereira Rabelo recolheu poemas que circulavam em Salvador na oralidade e em folhas volantes, atribuindo-os a Gregório de Matos e Guerra, que lá vivera entre 1682 e 1694. Para prefaciar a compilação,...

  • Para Que Todos Entendais - Poesia Atribuída A...

    Hansen,João Adolfo; Guerra,Gregório De Matos E; Moreira,Marcello
    (7695355)

    Na Poética, 1449, 5, Aristóteles fala brevemente sobre o cômico: “A comédia é a imitação de homens de qualidade moral inferior, não em toda espécie de vício, mas no domínio do ridículo, que é uma parte do feio. Porque o ridículo é uma feiura sem dor...

  • e-book

    Para que todos entendais. Poesia atribuída a...

    Hansen,João Adolfo; Moreira,Marcello
    (9270461)

    Na Poética, 1449, 5, Aristóteles fala brevemente sobre o cômico: 'A comédia é a imitação de homens de qualidade moral inferior, não em toda espécie de vício, mas no domínio do ridículo, que é uma parte do feio. Porque o ridículo é uma feiura sem dor...

Busca por