Artboard 33atençãoArtboard 18atualizarconectividadeArtboard 42boletocarrinhocartãoArtboard 45cartão SaraivacelularArtboard 42Artboard 23checkArtboard 28Artboard 17?compararcompartilharcompartilhar ativoArtboard 28Artboard 43Artboard 49Artboard 47Artboard 15Artboard 32ebookArtboard 22Artboard 5Artboard 25Artboard 1Artboard 42Artboard 11fecharfilmesArtboard 23gamesArtboard 4Artboard 9Artboard 6hqimportadosinformáticaArtboard 7Artboard 3Artboard 12Artboard 25Artboard 34Artboard 43Artboard 44curtirArtboard 24Artboard 13livrosArtboard 24Artboard 31menumúsicaArtboard 27Artboard 30Artboard 36Artboard 44outrospapelariaArtboard 17Artboard 6Artboard 27Artboard 30Artboard 29Artboard 26Artboard 2Artboard 20Artboard 35estrelaestrela ativorelógiobuscaArtboard 50Artboard 26toda saraivaArtboard 40Artboard 21Artboard 10Artboard 37usuárioArtboard 46Artboard 33Artboard 8seta

Resultados para: tenorio telles

4 produtos
  • Viver - 2ª Ed.

    Telles,Tenório
    (3544196)

    'Viver é saber que somos responsáveis pelo planeta, que é a nossa casa. É não ser indiferente. Entender que cada gesto nosso terá consequências em nossa vidas e na sociedade. Viver é saber que na existência temos de fazer escolhas - e que as escolhas...

  • Antologia do Conto do Amazonas - 3ª Ed.

    Krüger,Marcos Frederico; Telles,Tenório
    (3825285)

    A palavra 'antologia' tem origem no grego e significa 'coleção de flores'. Por extensão, passou a designar as reuniões de trabalhos literários, seja de poesia ou ficção, expressivos de um período ou de uma literatura. O vocábulo deriva do nome da...

    Produto indisponível

  • Canção da Esperança & Outros Poemas

    Telles,Tenório
    (3825087)

    Contra toda esperança.Contra toda cegueira e emudecimento.Contra toda indiferença.- Ergo este canto para celebrara manhã, os rios,as florestas e seus enigmas.- Ergo este canto para celebraros pássaros - suas cores e cantos,as flores, o ser humano e a...

    Produto indisponível

  • Antologia da Poesia Barroca Brasileira

    Telles,Tenório
    (3868410)

    'Quando vejo de Anarda o rosto amado,Vejo o céu e ao jardim ser parecido;Porque no assombro do primor luzidoTem o sol em seus olhos duplicado.Nas faces considero equivocadoDe açucenas e rosas o vestido;Porque se vê nas faces reduzidoTodo o império de...

    Produto indisponível

Busca por